O que a música pode fazer pelo escritor?


Fala pessoas, tudo bem com vocês?

O post de hoje é sobre o importante papel da música no processo criativo do escritor.

Tem muita gente por aí que defende que escrever no silêncio é o mais indicado, ou que ouvir música clássica é a forma correta de estimular seu cérebro. Mas o fato é que a música tem que ser do gênero que você gosta e não qualquer uma.

Muitos estudos científicos já revelaram que estudar enquanto se ouve uma música de que se gosta estimula o cérebro a trabalhar mais.

Escrever é um processo criativo que vai ser influenciado muito por nosso estado de espirito, então uma boa música pode sim mexer com a nossa criatividade.

Inclusive é um dos segredos para quem sofre de "brancos", aqueles momentos de tela vazia em que não conseguimos sair do lugar.

Em uma entrevista, pouco tempo atrás, me perguntaram algumas manias literárias e eu acabei confessando que ouvir música enquanto escrevo é um dos meus maiores hábitos. Contudo, a minha mania é um pouco mais maluca do que eu contei naquele dia. Tem momentos, quando estou muito envolvida com o texto em que estou trabalhando, acabo apertando o botão do "repete" do zenfone e fico ouvindo a mesma música o dia todo. Ué, se está me deixando inspirada por que mudar?

Cada um com a sua loucura, não é?

Fica a dica então: Coloque uma boa música, pegue o papel e a caneta, ou o computador e comece a criar sua obra.

Não importa qual nem quantas vezes você vai escutar a música, o que importa é deixar que ela embale a sua mente e o leve ao trabalho com muito mais prazer.

E aí, o que você costuma escutar quando escreve?

Me conta!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário ele é muito importante pra mim...
Abraços!
Graci Rocha